Destaques

Artistas daqui na CAL

evidence
Bruno Matos, Eduardo Moraes e Rodrigo D`Alcântara Bueno são alguns dos jovens artistas plásticos que vêm marcando presença  nas galerias e outros espaços do Distrito Federal. A partir de 30 de abril, eles ocupam a Galeria CAL da Casa da Cultura da América Latina da UnB com obras que  apresentam  técnicas  e formatos variados,  mas  unidas pelo interesse dos artistas pela figura humana.

Arte-educador, desenhista, gravador e pintor, o brasiliense de Taguatinga, Bruno Matos, mostra na coletiva, que tem curadoria da Coordenadora dos Espaços Expositivos da CAL Elisa de Souza Martínez, Helena Lopes e Renata Azambuja, da Comissão de Seleção da CAL,  seis gravuras produzidas entre 2011 e 2013, que traduzem o imaginário de um artista na sua autodescoberta. Com foco no autorretrato, as obras “Expressões impressas”, “Reflexão II” e “Superego” (foto) são alguns dos resultados dessa produção. “A arte de gravar, o desvelar minucioso e o recorte preciso das fibras da madeira, formam a dramaticidade ideal para expressar o meu sentimento. Dar vida às linhas por tramas delicadas impressas sobre o papel tornou-se a inspiração que desenvolvo nesta mostra onde apresento minhas criações”, revela Bruno.

Eduardo Moraes apresenta quatro pinturas que fazem parte de uma série de nove trabalhos produzidos em 2012, intitulado “Caminhos refeitos”, todas em acrílica sobre tela e de  tamanhos diferentes. “É  uma produção de caráter experimental que teve início com pequenos desenhos. Posteriormente, eles mediaram um outro universo de formas e um conjunto de cores determinado que ganharam a tela. Costumo me referir, dizendo que é também um trabalho de pesquisa sobre a composição e uma busca de identidade própria”, argumenta o artista.

Já Rodrigo D´Alcântara Bueno enfatiza que, dentro do contexto de arte contemporânea, a América Latina vem seguindo uma forte linha poética de contestação política e de gênero, voltada muitas vezes para o passado histórico de repressão vivenciado em seus países, e sua série de desenhos mantém um vínculo com esse pensamento.  “A temática dos trabalhos tange ao campo do existencialismo humano na contemplação de um universo particular, aberto ao diálogo com o espectador. Atribuo as formas corpóreas representadas à ícones de paisagens e grafismos que flertam com a crueza emocional e os sentimentalismos, intercaladas por sugestões sexuais e homoeróticas”.

 

Quer ir?

Exposição Coletiva de Bruno Matos,

Eduardo Moraes e Rodrigo D´Alcântara Bueno

Galeria CAL da Casa da Cultura da América

Latina da UnB (SCS Quadra 04, Edifício Anápolis).

Visitação até 01 de junho de 2014

Informações: (61) 3321-5811.

Entrada franca

Classificação Indicativa: livre para todos os públicos.